Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18hs

Sábado das 9h às 14h

Telefone e WhatsApp:

Geral:

 

(21) 98699-5517

(21) 98606-9579

 

Equipes:

Geologia Ambiental: (21) 97632-9920

Geologia de Engenharia: (21) 98606-9579/(21) 99599-7977

Geoprocessamento: (21) 98699-5517

Endereço
Av. Athos da Silveira Ramos, 274

Bloco J, Sala J2-034
Cidade Universitária - RJ - Brasil

CEP: 21941-611

E-mail: contato@xistojunior.com

Localização

© 2020 Diretoria de Marketing - Xisto Jr. Consultoria

E Se A Água Dos Oceanos Fosse Doce?

17 Sep 2017

 Já parou para pensar quanto de sal existe no oceano? Se os oceanos secassem, o leito marinho seria coberto por uma camada de sal de 150 metros de espessura. A maior parte é cloreto de sódio (sal de cozinha). O resto são sais de enxofre, magnésio, cálcio e potássio, principalmente.

 

 O sal é um dos fatores que determinam as correntes marinhas. Águas menos salgadas são menos densas e correm sobre as águas mais salgadas, mais densas. Se toda água fosse doce, haveria menos movimentação no oceano, pois o fator da densidade seria eliminado.

 

 O clima geral da Terra ficaria mais frio, pois com as correntes mais fracas, a distribuição do calor entre trópicos e polos seria menos balanceada. Teríamos também mais geleiras, pois a água salgada congela a -2ºC, e a doce a 0ºC, assim a formação de gelo seria mais fácil. Com isso, a América, Ásia e Europa estariam unidas por uma placa de gelo no Polo Norte. E a Antártida estaria bem mais próxima da América do Sul, Austrália e África.

 

 Mais geleiras significam menos água líquida. O nível do mar seria mais baixo e os continentes seriam maiores. Indonésia e Japão estariam conectados à Asia e o Mar Vermelho secaria completamente.

 

 Com o aumento da temperatura no Equador, a Amazônia não sobreviveria, e viraria um deserto. Porém, isso seria compensado no Saara, que provavelmente seria mais úmido, já que na história geológica, nos períodos com mais geleiras, chovia mais no norte da África, mas não sabemos muito bem o porquê.

 

  As espécies exclusivamente marinhas não existiriam, pois elas dependem dos sais dissolvidos na água para sobreviverem. A vida nos oceanos seria muito parecida com a vida dos rios e lagos.

 

 Mas fique tranquilo, é impossível que as águas dos oceanos deixem de ser salgadas. Esse sal todo vem, em maioria, do intemperismo químico das rochas continentais. A água das chuvas e rios é a principal agente nesse processo. Os minerais das rochas sofrem reações químicas em contato com a água, e seus elementos formadores entram em solução iônica e iniciam sua jornada até o mar pela erosão.

 

 Intemperismo e erosão são processos que sempre existiram e que acontecem constantemente, desde o primeiro momento em que uma rocha entra em contato com a superfície. Alguns estudos científicos calculam que, a cada ano, mais de dois milhões de toneladas de sal dos mais diversos tipos são depositados no mar pelos rios.

 

 Fonte: Superinteressante

 

Please reload

Posts Em Destaque

Qual a importância e os benefícios de se obter o Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

February 23, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook