Agricultura de Precisão: A Tecnologia em Prol do Cultivo

A agricultura é uma das mais importantes atividades humanas, tendo sido desenvolvida pela primeira vez cerca de 12.000 anos atrás quando abandona-se o nomadismo para se manter em assentamentos fixos, adotando então, o costume de plantar e cultivar seus próprios alimentos, a fins de subsistência. No panorama atual, por volta de 37% da superfície terrestre (o que equivale a 48.626.474,4 km²) é utilizada para fins de desenvolvimento agrícola. À medida que essa porcentagem aumenta, a prática se torna mais insustentável e, como a população mundial tende a crescer, o aumento da eficiência produtiva agrícola é um grande desafio.

O objetivo é tornar o manejo de terras o mais sustentável o possível, minimizando os insumos e maximizando a produção para atender à demanda. Até então, muitas das formas de aumentar a produção agrícola têm caráter invasivo e são prejudiciais tanto para o solo usado no plantio quanto para o ambiente em que esse se insere. Devido à extensão das plantações - que comumente abrange muitos hectares – torna-se um problema fazer o monitoramento efetivo dessas, o que gera consequências diretas à qualidade da produção, com o uso indiscriminado de pesticidas, gastos dispensáveis com fertilizantes e, principalmente, o desperdício de parte do cultivo.

www.espectrogeo.com.br/ndvi-e-sua-utilizacao-na-agricultura-de-precisao/

Para sanar tal problema, o uso de imagens via satélite ganhou mais uma aplicabilidade: a Agricultura de Precisão. Esse método permite exatidão e eficiência ao manejo das culturas, trazendo benefícios inerentes aos agricultores, aumentando a rentabilidade – devido ao maior controle da produção – e diminuindo o impacto ambiental dessa atividade.


Por meio de sensores sensíveis às condições biofísicas da vegetação, são demonstradas as áreas onde há alguma anormalidade no plantio. Ao detectar variações no solo e nas culturas, torna-se mais efetivo o gerenciamento de zonas específicas, permitindo o controle dos níveis ideais de fertilizantes, nitrogênio e irrigação do solo e diminuindo o custo para o combate de pragas, doenças e ervas daninhas – eliminando-as onde e quando começam –, garantindo o bom rendimento da colheita e aumentando a rentabilidade do produtor.


A Agricultura de Precisão é uma inovação que beneficia o agricultor, o meio ambiente e a sociedade como um todo.


Caso tenha se interessado, a Xisto Jr. pode ajudar! Orce gratuitamente o acompanhamento de sua área clicando aqui.


Acompanhe nosso Blog para mais posts informativos sobre nossos serviços e suas aplicabilidades para você!

#MonitoramentoAmbiental #Geoprocessamento #ImpactoAmbiental #AgriculturadePrecisão #SensoriamentoRemoto

Posts Em Destaque