Como Foi Formado o Rio que Conhecemos? - Geoturismo


Geoturismo Rio de Janeiro

Lindo, não é?


O Rio de Janeiro pode ser visto de muitos ângulos, e todos eles são incríveis. Mas você já parou para pensar como essa paisagem foi formada?


Entre tantos morros e praias, é quase injusto pensar que essa diversidade geográfica se formou por acaso. Nesse sentido, nasceu um novo tipo de turismo, com a função de trazer o conhecimento do Patrimônio Geológico para todos os públicos, o Geoturismo.

Seção Geológica Rio de Janeiro

Essa é uma Seção Geológica do Rio de Janeiro. Apenas com essa imagem, é possível entender, por exemplo, como se deu a formação da Baía de Guanabara. Uma falha é uma ruptura entre dois blocos de rocha que é responsável pelo deslocamento entre as duas partes. Uma série de falhas ao longo do embasamento rochoso do Rio promoveu o deslocamento relativo entre diversos blocos, uns mais altos, chamados de horst, e outros mais baixos, chamados de graben. A Baía de Guanabara está localizada no Graben da Guanabara, o grande bloco rochoso que se deslocou topograficamente para abaixo do nível do mar e foi invadido pela água, formando o que vemos hoje.

O Geoturismo é uma forma de Turismo Sustentável com foco nas Feições Geológicas e Geográficas da Terra, numa Visão Cultural, de Conservação e Busca de Benefícios para as Populações Locais. A formação da Baía de Guanabara foi apenas um exemplo de como podemos utilizar a Geologia para explicar a evolução dos cenários mais famosos da Cidade Maravilhosa.


Da próxima vez que passar pelo Corcovado, Pão de Açúcar ou Pedra da Gávea, lembre de se perguntar: Como isso foi parar aqui?


Ficou curioso? A Xisto oferece uma grande variedade de Trilhas Geoturísticas no Rio, todas elas tem foco em explicar a formação da paisagem da cidade, com as particularidades geológicas de cada região. Clique aqui para saber mais.

#Geoturismo #RiodeJaneiro

Posts Em Destaque